Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

QUAL O PRÓXIMO PASSO
PARA SUA CARREIRA?

Serviço destinado aos alunos e egressos na Orientação Profissional. Aperte o play e inspire-se!

Posts Recentes!

ortodontia

Quanto custa um tratamento com alinhadores ortodônticos?

A tendência do momento na área da ortodontia tem nome: alinhadores ortodônticos. Esses aparelhos removíveis estão chamando atenção do público adulto que deseja alinhar seus dentes, corrigir as imperfeições e conquistar maior qualidade de vida, mas sem abrir mão de uma aparência discreta e de conforto na hora das refeições, da escovação ou do uso do fio dental. Por esse motivo, você, como ortodontista ou dentista com experiência na área, precisa estar a par das novas tecnologias oferecidas através desse método. A Smile Cursos disponibiliza aulas teóricas e práticas para que você não fique para trás e consiga conquistar um público ainda maior e mais diferenciado através da aplicação dos alinhadores.

Uma dúvida muito frequente para o profissional que faz os moldes e acompanha tratamentos com alinhadores ortodônticos e para o paciente que se interessa por esse método diz respeito ao valor do tratamento. Se é um modo mais tecnológico, discreto e que necessita de mais aparelhos ao longo do tempo (pois eles precisam ser trocados), trata-se de uma opção mais cara e menos acessível? Confira, a seguir, as informações que você precisa saber sobre o preço de um tratamento assim.

Alinhador dental invisível - Allegra OdontologiaFonte: Google

Preço dos alinhadores ortodônticos e do tratamento

Uma vantagem promovida pelos alinhadores ortodônticos que é muito procurada pelos pacientes é o fato de que os resultados são previsíveis, graças à tecnologia envolvida no processo. Além de todo o procedimento acontecer de forma planejada, o custo também, a princípio, não sofre alterações enquanto os alinhadores estão sendo utilizados. O paciente pode ficar tranquilo, pois sabe que possui um valor fixo para pagar, enquanto o ortodontista também pode garantir aquela renda estática e garantida enquanto executa o tratamento.

Normalmente, o processo com um alinhador ortodôntico tem a duração de quatro a 12 meses, o que depende muito. Essa informação também pode ser prevista através da tecnologia, já que softwares projetam o resultado apresentado após cada período de tempo, inclusive o número de placas necessárias (elas precisam ser trocadas de tempo em tempo). O valor varia entre R$ 2.000 e R$ 6.000. Isso depende da marca utilizada pelo profissional, mas também do quanto o tratamento vai durar até ficar completo. O tipo de caso precisa ser avaliado individualmente, para que o dentista possa precisar essas informações.

Atualmente, no Brasil, cada vez mais marcas aparecem a fim de baratear esse processo. No início, por ser uma inovação um tanto quanto inédita, o valor era muito alto, o que fazia com que o tratamento se tornasse muito caro. Hoje em dia, no entanto, a compra de todos os equipamentos necessários e da própria elaboração do procedimento através da tecnologia se tornaram mais acessíveis para o profissional ortodontista e para o paciente. 

Essas placas de acetato transparente são uma grande tendência na ortodontia e, segundo pesquisa da Techinavio, seu uso deve crescer significativamente nos próximos anos. Além disso, estima-se que o preço dos alinhadores pode ser reduzido em até 25% quando comparado ao valor dos aparelhos fixos convencionais.

Aparelho Transparente e Alinhador Dental: Preço, Vantagens e Cuidados

Fonte: Google

Gostou das informações apresentadas acima? Acha que seriam uma inovação interessante, útil e acessível no seu consultório? Comente abaixo!

Mecatrônica Industrial

Conheça a profissão Mecatrônica Industrial

A Mecatrônica Industrial está focada no desenvolvimento, aperfeiçoamento e manutenção de sistemas eletromecânicos automatizados utilizados em processos industriais.

É comum que indústrias de diversos segmentos procurem mais a automatização de seus processos, a fim de reduzir custos e otimizar sua produção.

Mecatrônica Industrial

NÃO PERCA: Bolsas com a Nota do Enem na Estácio de Sá! Saiba tudo aqui.

Por conta dessa demanda, é possível que os profissionais de Mecatrônica Industrial se deparam com um mercado de trabalho bastante aberto.

O que é Mecatrônica Industrial?

Os profissionais de Mecatrônica Industrial são responsáveis por desenvolver, otimizar e realizar a manutenção de sistemas automatizados usados em processos de indústrias de vários segmentos.

Uma vez que a tecnologia vem se desenvolvendo rapidamente, os processos industriais estão se adaptando à modernidade e ficando mais computadorizados.

Agora, as etapas de produções de veículos, por exemplo, são feitas de maneiras robotizadas, o que exige do profissional da mecatrônica garantir o funcionamento das máquinas automatizadas.

Conhecimentos importantes

Os conhecimentos necessários para essa área são: elétrica, mecânica e informática. Permitindo que o profissional realize projetos de equipamentos, máquinas e dispositivos de automação e ainda de sistemas robotizados.

Além de fazer operações e programações nas máquinas, o profissional é, também, responsável pela mediação e manutenção dos materiais tecnológicos. Assim, com a utilização da computação, a função dele é integrar processos mecânicos e eletrônicos.

Profissão de Mecatrônica Industrial

Alguns exemplos de áreas de atuação:

  • Robótica Industrial
  • Comando Numérico Computadorizado – CNP
  • Controladores Lógicos Programáveis – CLP
  • Sistemas Flexíveis de Manufatura
  • Desenho Auxiliado por Computador – CAD
  • Manufatura Auxiliada por Computador – CAM
  • Planejamento de Processo Assistido por Manufatura – CAPP

Os profissionais dessa área podem também fazer especificações, instalações e interligar equipamentos de manufatura em sistemas automatizados industriais, bem como realizações de perícias, emissão de laudos e pareceres técnicos.

Mercado de Trabalho

No mercado de trabalho, os segmentos em que o profissional pode atuar, são:

  • Empresas de planejamento, desenvolvimento de projetos e assistência técnica.
  • Indústria metalmecânica.
  • Indústria automobilística.
  • Indústria aeronáutica.
  • Indústria de alimentos.
  • Indústria química.
  • Indústria naval.
  • Indústria de energia.
  • Indústria petroquímica.
  • Empresas que utilizem recursos de manufatura digital.
  • Institutos e centros de pesquisa.

É possível atuar em diversas outras instituições que utilizem sistemas controlados por computador. Os profissionais dessa área podem encontrar vagas, além do setor privado, como em órgãos públicos, como a Marinha Brasileira e outras empresas, como a Petrobras.

Mecatrônica Industrial

É uma área que está em crescimento e pode ser uma boa opção para quem deseja se destacar na carreira e se inovar sempre, já que é uma profissão do futuro.

Quem se interessar pela área, pode começar um curso técnico ainda no ensino médio, o que ajuda a se inserir no mercado de trabalho mais rapidamente.

A área de Mecatrônica Industrial possui duas opções de formação: curso técnico e curso tecnológico.

Curso de Mecatrônica Industrial

O curso técnico é de nível médio e dura entre 1 a 2 anos. Geralmente é oferecido em escolas técnicas e centros de educação profissional.

O curso tecnológico é de nível superior e dura entre 2 a 3 anos. Foca nos conhecimentos práticos da profissão e tem como objetivo inserir o estudante no mercado de trabalho.

Os dois cursos possuem quase o mesmo tempo de duração, porém o curso tecnológico pode ser uma opção mais vantajosa que o técnico por ser uma graduação de ensino superior, o que será mais valorizado no mercado de trabalho. Proporcionando ao graduado realizar concursos públicos e, também, fazer pós-graduação.

Para atuação, após a conclusão do curso é necessário que o profissional se registre no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) do seu Estado.

As principais disciplinas do curso são:

  • Desenho técnico;
  • Desenho assistido por computador;
  • Informática;
  • Linguagem de programação;
  • Eletrônica;
  • Eletricidade;
  • Automação;
  • Robótica;
  • Metrologia;
  • Tecnologia mecânica.

Durante a formação, é obrigatório que os estudantes realizem 400 horas de estágio supervisionado, o que já facilita a inserção no mercado de trabalho. E como há bastante procura por parte das empresas, há grandes oportunidades de trabalho após a conclusão do curso.

Remuneração

Sobre o salário, é possível que estagiários e auxiliares encontrem vagas que variam de R$ 600 a R$ 1.200. Os técnicos recém formados podem ganhar em média R$ 2 mil. Já com mais experiência, os salários podem passar de R$ 6 mil.

A profissão de Mecatrônica Industrial se encontra como uma das profissões do futuro pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), portanto, há boas oportunidades de trabalho, uma vez que as empresas estão bastante interessadas por esses profissionais.

Mas para uma boa reputação nessa área, exige-se que o profissional seja dedicado e procure sempre estar atualizado, sendo uma área que passa por mudanças.

As áreas de atuação do profissional da Mecatrônica Industrial

O profissional pode trabalhar basicamente em qualquer indústria que utilize máquinas controladas por programação. As principais funções são:

Operação e programação de máquinas

O profissional faz com que os maquinários automatizados trabalhem e garante um bom funcionamento deles, sem que haja algum problema no sistema.

Atuação em projetos e execução em empresas

Aqui o profissional irá trabalhar com a criação de projetos de sistemas robotizados e dispositivos, equipamentos e máquinas automatizadas, desenvolvendo as ferramentas que serão utilizadas nas linhas de produção nas indústrias.

 Realização de manutenções

O profissional fica responsável pelas manutenções, testes e medições das máquinas, sistemas e equipamentos, verificando se tudo está funcionando bem de acordo com as especificações técnicas.